Desfolhada

Os textos que nunca tinha tido coragem de escrever... © Reservados todos os direitos de autor dos textos e poemas

terça-feira, maio 10, 2005

Harmonias

Harmonizo-me
no dedilhar das cordas
com que mentalmente
amarro o teu corpo
e estremeço
em extravagante capricho

Lasciva, em brasa
percorro-te ofegante
alheada de mim
em oração mental e contemplativa
da causa primeira de todas as coisas
que me despertou
a (in)quietação e perplexidade
do amor supremo

Reservo-me
em pensamentos secretos
onde o acaso e o destino
não importam
de tão insignificantes

Desejo-te
em camadas de pele infinitas
e harmonizo-me de novo
em ti

37 Comments:

Blogger wind said...

Belas palavras neste poema lindo cheio de sensualidade:) beijos

1:07 da tarde  
Blogger gato_escaldado said...

harmonização bem harmónica. em tons de harpa. sobre a pele. belo. beijos

3:39 da tarde  
Blogger Fatinha said...

Como sempre a contemplar os amigos com textos de enorme sentimento e beleza. É lindo ver tão profundos sentimentos. Bjs :)

4:54 da tarde  
Blogger pipetobacco said...

{ … “… que pedaços [de mim] escritos e [cortados] eternos [pintados] em blocos de pedra lacrados… que pedaços [segredos] em voz gritados [só não podemos ignora-los] …” © de[mente] … }

5:14 da tarde  
Blogger pipetobacco said...

{ ...

beijos*mil
mil*beijos
(sou)
e nestes mil
(beijos)
de mil em mil
(desejos)
dou
© .8.

... }

5:19 da tarde  
Anonymous letrasaoacaso said...

Bela forma de cantar o amor!!!
Beijinhos

5:35 da tarde  
Blogger Carmem L Vilanova said...

Harmonia de corpos, peles, cheiros, sentimentos... tudo sempre tao perfeito...
Adorei!
Bjs!

5:58 da tarde  
Anonymous Espectro #999 said...

  ¦ ϑ ¦  Betty [...] ainda agora estou aturdido  ¦ ϑ ¦  com aquela do cavaleiro e do cavalheiro  ¦ ϑ ¦  sinceramente não descortinei o flanco  ¦ ϑ ¦  precisa-se pois  ¦ ϑ ¦  de explicações várias  ¦ ϑ ¦

Quanto aos poemas que aqui li, todos veneram a arte do amor em sábias e perplexas construções de palavras que formam belas odes.
Os meus parabéns, e espero que continues a visitar o meu território.
Beijocas e inté.

6:16 da tarde  
Blogger JPD said...

Olá Betty

Ache3i muitíssimo bom. o desencadear da emoção, a explosão de sentimentos e finalmente o apaziguamento.
Belo!
(Está em forma!)
Bejs

10:21 da tarde  
Blogger O Micróbio said...

Palvras bem harmonizadas e que transmitem harmonia...

11:06 da manhã  
Anonymous Dora said...

Mais um poema bem melódico e sensual. Gostei muito! Continuação e boa semana :-)

4:55 da tarde  
Blogger lique said...

Já me faltam palavras para te comentar. Mas espero que nunca me falte tempo para vir aqui e usufruir do prazer de te ler. Beijinhos

11:52 da tarde  
Blogger Pirikato said...

vim até aqui por acaso, viajando de blog em blog, não pude deixar de parar para ver o que aqui estava, não me arrependi nada nada, gostei muito.

12:47 da manhã  
Blogger c.b. said...

harmonias, a vida, pele, poesia...

* * *

4:23 da tarde  
Blogger Å®t_Øf_£övë said...

É tão bom quando desejamos alguém,e especialmente quando conseguimos ter essa pessoa para nós.
Gostei das tuas palavras.
Bjs.

10:34 da tarde  
Anonymous Charlotte said...

Quanta harmonia...poema fabuloso:)
Um abraço*
Charlotte

10:36 da tarde  
Blogger Papo-seco said...

:)

12:09 da manhã  
Anonymous meialua said...

Adorei.
Ouve-se a harmonia...
ao som das palavras...

Beijo e bom fim de semana*

1:15 da tarde  
Anonymous Pai ... blogues said...

bem o poema ta bonito ..

mas de nada valem as palavras, neste Portugal, onde os Portugueses deixam acontecer crimes ..

mesmo contra crianças, as mais indefesas

Como pode haver beleza, betty , se crianças como o meu filho estão á beira de morrer ?

Vamos ficar como os Indianos, que tem lindos poemas enquanto gente morre de fome ?

2:10 da tarde  
Blogger pipetobacco said...

{ … venho só dizer-te que hoje estou de negro corvo © corvo negro … }

11:15 da tarde  
Blogger Luís Miguel said...

Facilmente se vislumbra uma intensa maturidade nesta tua poesia.. coisa rara neste universo da escrita.
Serei "cliente" assíduo. Obrigado por me teres visitado.. Apenas assim te conheci.
.
.
Um bom fim de semana para ti.
.
.

12:12 da manhã  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Betty
Gostei da sensualidade e mais, da intencionalidade revelada.
Um beijo
Daniel

2:16 da tarde  
Blogger Malae said...

Lindo, Betty! Harmoniozo! Escaldante! Belo! Obrigada pelas palavras deixadas no meu cantinho! Bom fim de semana. Beijocas grandes. Malae*********

3:28 da tarde  
Anonymous sandra said...

Lindissimo o poema!Sensualidade à flor da pele!

3:49 da tarde  
Blogger agua_quente said...

Os teus poemas têm um ritmo e uma sensualidade muito próprios. Amor supremo, de facto, se te inspira assim. :) Beijos

8:09 da tarde  
Blogger bertus said...

...com a "musicalidade sensual" a que nos habituaste. Parabéns!

Beijokas e intés!!

11:34 da manhã  
Blogger zeus said...

Muito sensual esta Harmonia de palavras.

2:13 da tarde  
Blogger MONALISA said...

Repito o que já te disse uma vez ( tu sabes ). Beijo

11:24 da tarde  
Blogger Amaral said...

O amor supremo só pode trazer harmonias!
A perplexidade enche de alegria o desejo de amor, como se tudo à volta ensurdecesse os céus e a terra.

8:55 da tarde  
Blogger Malae said...

Passei para deixar um beijinho de bom fim de semana, cheio de coisinhas boas. Beijinhos. Malae***********

11:19 da tarde  
Blogger Luís Miguel said...

Gostei muito destas tuas "harmonias". Sensibilidades e sensualidades elevadas ao quase extremo.
.
.
Muito agradável. Parabéns.
.
.

1:38 da manhã  
Blogger bertus said...

...onde é que tu e os teus poemas andam?!

Beijos e intés!!

10:55 da manhã  
Blogger Vênus said...

É tão lindo, harmonia entre desejo, som e paixão..
BJS

12:20 da tarde  
Anonymous Espectro #999 said...

 ⊆⊇ Só me ocorre dizer: (HOJE) ⊆⊇

   ¦ VIVA O BENFICA ¦

Beijocas e inté, folha de ti.

3:45 da tarde  
Blogger R/B Estação said...

A harmonia do amor aqui tão bem interpretada nestas tuas palavras encantadas.
Um bom dia.

12:17 da tarde  
Blogger André Ferreira said...

É engraçado que pensava já ter comentado este teu poema! Já não é a primeira nem a segunda vez que o leio... é um poema "toque" ou talvez seja melhor dizer táctil: tocou-me

Beijos

12:48 da tarde  
Anonymous Espectro #999 said...

  •  Reservo-me  •
  •  em pensamentos secretos  •
  •  onde o acaso e o destino  •
  •  não importam  •
  •  de tão insignificantes  •

  ⊆⊇  Ao reler esta passagem  ⊆⊇  percorrem-me súbitas lembranças  ⊆⊇  de como lacrada ficou  ⊆⊇  a veracidade dos factos  ⊆⊇

 ¦•¦ Beijocas e inté, Betty ¦•¦

3:06 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home