Desfolhada

Os textos que nunca tinha tido coragem de escrever... © Reservados todos os direitos de autor dos textos e poemas

terça-feira, março 29, 2005

Primavera

São quatro as cerejas
brincos de princesa comestíveis
apertados nos lábios carnudos
os suculentos morangos
roubados à tardinha
verdes olhos de uva adocicada
junto à praia
colo redondo empinado
perfumada essência das frésias oferecidas
vestido curto e rodado
transparente e molhado
escondidas no chapéu florido
margaridas e papoilas
semeadas no cabelo
coradas bochechas de timidez

Esta a imagem reflectida
na cor dos teus olhos o mar
será esta a melodia do rouxinol em repouso?

E ela ali
sardenta impaciente
taça de fruta fresca a transbordar

19 Comments:

Blogger wind said...

Lindo poema ritmado com "sabores" e "sentidos")) Beijos

12:52 da tarde  
Blogger lunar said...

saboroso!

2:17 da tarde  
Blogger atalhos said...

Bendita seja a Primavera, que nos aguça os sentidos!...

1:51 da tarde  
Blogger MJM said...

Hum... um poema de comer!...
"taça de fruta fresca a transbordar"
Gostei do vermelho monocromático ao longo do poema; simbologia perfeita de desejo. Alternando boca com olhos; salpicando esse vermelho de verde e de mar.
Que a Primavera te entre assim.
Thks e kisses

2:01 da tarde  
Blogger Amaral said...

É a minha primeira visita, porque te descobri noutros blogs amigos.
Vou ler mais um pouco, mas deixo-te o convite pra me visitares também!

2:17 da tarde  
Blogger lique said...

Hummm... Cerejas, morangos, uvas!! :) Um poema fresquinho de Primavera. Pleno de texturas e sabores. Beijinhos

5:09 da tarde  
Blogger lua_de_inverno said...

A Primavera surpreende-nos sempre com as emoções que nos provoca e com as sinestesias que coloca ao nosso dispor. Escrever sobre a Primavera é torná-la eterna sob os nossos dedos e inesquecível na nossa memória sensorial... Continua a pintar a realidade com um toque de fantasia***

Quando quiseres visita o meu cantinho ;) http://luadeinverno.blogspot.com

7:35 da tarde  
Blogger AmigaTeatro said...

... e que bela primavera... :)

8:19 da tarde  
Anonymous Dora said...

Eis o que se chama um poema delicioso! Boa noite e beijinhos para ti :-)

8:36 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Eu com a slaranjas...tu com as cerejas...fazemos aí um lanche...
Agradeço as tuas palavras de FORÇA! foi importante para mim, acredita. Deixo beijo, BShell

12:13 da manhã  
Blogger amita said...

É uma Primavera deliciosa com toda essa fruta fresca, colorida, musicada com o som do mar. Bjihos amiga

12:55 da manhã  
Anonymous TCA said...

cores sensuais. como as da janela, que vou roubar, posso?

2:21 da manhã  
Blogger Litostive said...

Que lindo Betty… e primaveril! =)
Um beijo
Miriam

Alvo Luto
http://litostive.blogspot.com

10:05 da manhã  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Betty
Um poema suculentamente sensual...
Um beijo
Daniel

10:30 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

mais uma flor( fruto) desse jardim maravilhoso, gostei muito! um beijo do teu Infante

11:07 da manhã  
Blogger bertus said...

...posso tirar uns morangos? Obrigado!
Tão mesmo saborosos...só mais um , tá bem?
Como são carnudos e vermelhos!!

(quando quiser uma peça de fruta-poética, já dei por onde passar...)

Beijinhos e intés!!

3:40 da tarde  
Anonymous sandra said...

Muito bonito o poema!A primavera é uma bela estaçao!As flores a florir, as arvores com frutos, é tao bom!
Beijinhos!

11:44 da tarde  
Blogger Estrela do mar said...

...amiga...tive que vir atrás e comentar este post...é delicioso...até criou-me água na boca...que doces palavras as tuas ...adorei...

Um beijinho*.

12:34 da manhã  
Blogger lobo said...

gostei muito das pinturas, com mais tempo vou aos textos beijos

4:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home