Desfolhada

Os textos que nunca tinha tido coragem de escrever... © Reservados todos os direitos de autor dos textos e poemas

domingo, janeiro 23, 2005

Caixa de segredos

Luz colorida
a força da vida
essência, essencial
energia divina
intenso, intemporal
profundo, infinito
misterioso, bonito

não cabe numa caixa

não pode ser definido
analisado, catalogado
apreçado, apressado
inexplicável

não pode ser fundido
confundido
com nada

encontra-nos, baralha-nos
deixa-nos

o Amor
é quem nós somos
tu e eu

19 Comments:

Blogger JPD said...

Olá betty!
Muito bonito esse poema.
Agora imagina um prisma a ser atingido por um foco de luz. Dele sairá um feixe com as cores do arco iris: tantas potencialidade para o amor!
Bjs

10:49 da tarde  
Blogger maat said...

o Amor,essa infinita potencia da Vida.
belo.

tem uma semana muito boa.

bj.

8:56 da tarde  
Blogger Å®t_Øf_£övë said...

Muito bonito este poema sobre o amor.
Boa semana.

10:18 da tarde  
Blogger pipetobacco said...

{ ...

adorei a tua "caixa de segredos"

deixo-te:

ecos
ondas prateadas,
ecos circulares,
anéis de jade,
doridos… ei-los!
lembram-me beijos d’oiro
© biquinha

beijos*

... }

10:33 da tarde  
Blogger Ivo Jeremias said...

Gostei do teu blog :) escreves de uma forma que é absolutamente deliciosa de ler. vou linkar-te no meu cantinho :) Um abraço e até breve.

olhobemaberto.blogspot.com

11:11 da manhã  
Blogger Maria Branco said...

É muito bom ler as tuas palavras Betty! Palavras a transbordar de cor luz e amor.. Belissimo!
Beijos
Continuação de um dia feliz!

2:23 da tarde  
Blogger lique said...

"o Amor
é quem nós somos
tu e eu"

E essa é a essência do teu poema. Adoro voltar a ler-te com regularidade. beijinhos

3:28 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Olá Betty. Adorei este teu poema. O Amor é a essência de Tudo. Obrigada pelas tuas palavras. Bjinhos Amita //brancoepreto

12:01 da tarde  
Blogger O Micróbio said...

Já em tempos vinha aqui mais assiduamente... depois perdi-te o rasto. Pois bem, aqui venho reatar as minhas visitas.

3:08 da tarde  
Blogger manuel said...

a tua poesia é cristalina como água pura!
reconfortante como as coisas simples e belas!

gostei muito! beijos...

5:49 da tarde  
Blogger D. Cutty said...

Ola betty! Vim espreitar! humm, e que tema!! O amor! (tou a abanar a cabeça afirmativamente enquanto os meus lábios mudam de forma...) não consigo comentar o "amor".

9:56 da tarde  
Blogger SaltaPocinhas said...

Belo poema... :)*

10:23 da tarde  
Blogger ognid said...

Ainda bem que voltaste a passar por aqui com regularidade :) já tinha saudades de ler as coisas belas que escreves. Beijos.

12:20 da manhã  
Blogger wind said...

:)))))))))))))))) beijos

10:50 da tarde  
Blogger c.b. said...

é isso mesmo, disseste um tudo nos ultimos trÊs versos :)

Beijo

1:18 da tarde  
Blogger Estrela do mar said...

...adoro ler-te...e este poema de amor...está espectacular...

Um beijinho* e bom fim de semana.

3:12 da tarde  
Blogger sandra said...

Olá!!Sinto-me mesmo estupida...eu tinha o endereço do seu blog linkado no meu, mas como ja ha mt nao fazia a visita completa, ou se fiz nao me lembro deste seu blog...
olhe quero dizer que gostei muito de ler estes poemas, estao muito lindos, gostei do jogo de palavras, ta memso muito bonito!!Beijinhos e visite-me!
http://poetisasonhadora.blogs.sapo.pt

8:41 da tarde  
Blogger Fatinha said...

Simplesmente lindo amiga!

6:42 da tarde  
Blogger André said...

Bonito o jogo de palavras, bonitos os sentimentos por trás delas...Um beijo * O poeta triste PS:o ultimo coment q deixaste no meu blog foi no meu dia de anos...curiosa coincindencia...:)

1:07 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home