Desfolhada

Os textos que nunca tinha tido coragem de escrever... © Reservados todos os direitos de autor dos textos e poemas

quarta-feira, fevereiro 23, 2005

Triste mente

Se um dia a tristeza vier
preencher a tua mente
olha a lua e as estrelas
conta cada uma delas
lentamente
não te enganes nem te apresses
sobretudo não desistas
olha o mar e sente o vento
esquece o vazio presente
concentra-te nas ondas
na areia, nas gaivotas
sente a brisa nos cabelos
despentear-te assim
suavemente
olha as flores e as cores
e o cheiro enebriante
pensa apenas nesse instante
rodeia-te de coisas belas
como se fossem aguarelas
que pintaste decidida
não exclames: - é a vida!
olha os risos das crianças
ouve a gritaria constante
sem ruído, é apenas melodia
do cansado dia-a-dia
não lamentes e entrega-te
hoje e sempre como antes
sonha livre e acordada
a dormir pensa e repensa
mas nunca penses em nada
que te deixe angustiada
coloca as penas na mente
voa deliciosamente
cruza os céus que por ti olham
princesa da madrugada
um dia só
mas hoje amada

25 Comments:

Anonymous Anónimo said...

È lindo o teu poema, leve como a brisa, é bom sintir o que nos rodeia, toda a sua beleza e encanto. Beijos aos magotes do teu Infante

12:05 da tarde  
Blogger O Micróbio said...

Hoje tristeza não é comigo... estou a ver a neve cair!

12:17 da tarde  
Blogger lobices said...

...venho agradecer e retribuir a amável visita :)*

1:24 da tarde  
Blogger trintapermanente said...

vou tentar me lembrar destas sabias palavras. a serio. mas é dificil.
tens resposta ao teu comentario la no meu cantnho. obrigada por apareceres

5:44 da tarde  
Blogger polittikus said...

A vida é isso mesmo... uma manta de retalhos com tristezas e alegrias. Gostei.

5:54 da tarde  
Anonymous Dora said...

Sabe bem ler algo teu optimista como o teu poema, Betty! Beijinhos :-)

8:22 da tarde  
Blogger Aran said...

Um belo conselho! Mas eu pessoalmente com ou sem tristeza, não consigo deixar de observar e estar atenta ao que me rodeia! :) beijinhos

9:08 da tarde  
Anonymous sandra said...

Adorei o texto!é um bom conselho para quem está triste, para quem nao consegue sair da tristeza, do que lhe atormenta!Acho que todos deveriam olhar ao redor, pois seriam bem mais felizes!!Beijinhos!Visite-me!

9:20 da tarde  
Blogger MONALISA said...

Gostei mesmo muito deste teu poema. Para mim faz todo o sentido, tanto o que dizes como a forma como o escreves. Muito mesmo. Beijo

9:46 da tarde  
Blogger lique said...

Para um poema com esse título, é um manancial de remédios para a tristeza. Belo na forma e no conteúdo. Beijinhos

10:23 da tarde  
Blogger bertus said...

...um hino à vida e à alegria o teu belo poema!

Beijos e intés!!

10:31 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Betty
Há pessoas capazes de nos fazer andar mais depressa o alegrómetro. Tu consegues isso com este belo poema!
Um beijo
Daniel

11:05 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Tanta força no teu poema!
Muito, muito bonito!

Beijinhos
Vulcão
http://devaneio.blogs.sapo.pt/

10:03 da manhã  
Blogger Alexandre Narciso said...

Gostei muito desta tua folha... força, sentimento e sobretudo harmonia em palavras que sozinhas parece que dançam.
*A

1:40 da tarde  
Blogger antonio said...

Passei para te ler e deixar

Aquele abração
Zecatelhado

1:47 da tarde  
Blogger Peter said...

Uma lufada de optimismo.

2:00 da tarde  
Blogger manuel said...

é bom saborear o sorriso azul desse teu poema! gostei mto! beijos

4:07 da tarde  
Blogger ognid said...

O teu poema é uma onda de optimismo. Bom de ler :) beijos.

8:19 da tarde  
Blogger wind said...

Um sopro leve de harmonia e esperança. Enfim o optimismo, a fé, seja ela qual for:)bjs*

9:20 da tarde  
Blogger Estrela do mar said...

...se queres saber...foi dos poucos poemas que li até hoje...que gostei de ler vezes sem conta...obrigada pelo momento que me proporcionaste...

Um beijinho*.

9:45 da tarde  
Blogger Pecola said...

:) e o fim de semana está já à porta.. bom fim de semana! =o)

3:19 da manhã  
Anonymous meialua said...

Olha, simplesmente ADOREI!
Bom fim de semana. Beijo com carinho.

8:58 da manhã  
Blogger D. Cutty said...

ola! vim visitar-te :) não posso demorar muito tempo mas virei cá para me sentar um pouco e "conversar" :) abraço

12:28 da tarde  
Blogger BlueShell said...

Bolas...este texto assentou-me que nem uma luva...até me errepiei! Parece ter sido feito pensar em mim...vou ler de novo!
Um jinho e carinho, BShell

9:59 da tarde  
Blogger lunar said...

LINDO!muito bem conseguido este poema.bjs

10:47 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home