Desfolhada

Os textos que nunca tinha tido coragem de escrever... © Reservados todos os direitos de autor dos textos e poemas

sexta-feira, outubro 14, 2005

Girassóis


Van Gogh, Sunflowers


Este vento que sopra baixinho
o teu nome
corre nas minhas veias como um rio
em ondas quentes, vermelhas
Outono moreno este
que me aquece o coração
pinta o mar de cinzento
outrora quente e azul

e é nesta ausência de girassóis no meu jardim
que me junto a Van Gogh
para te aquecer a alma

30 Comments:

Anonymous Anónimo said...

e como tu me aqueces o coração....a alma....e o corpo.
do teu Infante

12:09 da tarde  
Blogger © Piedade Araújo Sol said...

Meu nome tem ecos de girrasois, bonito poema...

1:49 da tarde  
Blogger O Micróbio said...

Que bem pintas com palavras esta tela de Van Gogh!

2:05 da tarde  
Blogger Catty said...

OBRIGADO PELO vAN GOGH E PELOS GIRASSOIS ...~

EU TENHO UMA PANCA POR GIRASSOIS...

3:01 da tarde  
Blogger MWoman said...

Que bem pintaste esta tela!

Beijitos.

3:49 da tarde  
Blogger manuel said...

Que vento tão quente e generoso esse que te corre nas veias!... E que belo poema! Bem digno dos girassóis de Van Gogh. Beijos

4:13 da tarde  
Blogger JG said...

Hoje plantaste um girassol no meu jardim. Ficou logo cheio de luz. Obrigado. Um beijo

4:57 da tarde  
Anonymous zezinho said...

Pinta-me em azuis..
Beijinhos Betty

5:37 da tarde  
Blogger adesenhar said...

retribuindo a visita :)
e como adoro girassois junto-me a ti e a Van Gogh :)

:)

7:44 da tarde  
Blogger AS said...

Um poema de Outono com as belas cores quentes de Van Gogh... muito lindo!

Um beijo e bom fim de semana

10:49 da tarde  
Blogger lique said...

Eu adoro Van Gogh. O calor dos girassóis enche de luz a alma, tal como as tuas palavras de amor e dádiva.
Beijinhos

11:08 da tarde  
Blogger Mestrinho said...

Entrei e depois de recompor-me, sai um um sorriso florido * :o) *...
Deixo-te uma @--'-,--

11:24 da tarde  
Anonymous Fenix said...

Bom fim de semana e ob pela visita.

11:42 da tarde  
Blogger agua_quente said...

Que belo, Betty! Tão quente e generoso como a tela que o ilustra.
Beijos

11:45 da tarde  
Blogger CAP said...

E que bem sabem os girassóis a aquecer-nos agora. :-)

12:17 da manhã  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Betty
O que acho extraordinário é porque todos gostam deste quadro. Será por ser dele? O estilo impressiona, claro :)
Transmutou-se nas tuas belas palavras.
Um beijo
Daniel

2:27 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

porque gostamos tantos, dos mesmos ? abraço
carlos peres feio

http://podiamsermais.weblog.com.pt/
http://moinhoalto.nafoto.net/

9:20 da manhã  
Blogger Menina_marota said...

Girassóis... duas escolhas fabulosas, num poema de encantar.

Um abraço e bom fim de semana :)

10:54 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

um outono moreno...
aqui a primavera está embaçada!

te beijo

1:31 da tarde  
Blogger JPD said...

Lindíssimo!
Bjs

3:18 da tarde  
Anonymous Maria do Céu Costa said...

Sobre esta tela de van gogh, ficaram bem as palavras do poema.

6:55 da tarde  
Blogger Aran said...

Está muito bonito!!! E Van Gogh!!!!!! Uma excelente escolha!!! beijinhos

7:42 da tarde  
Blogger João Scottex said...

Por preferida tenho Esta pintura!
Betty lindas palavras.
Bjx

1:02 da tarde  
Blogger Adryka said...

Ok minha querida, mas o Outono ainda tá quentinho ;) adorei o teu quado.
Ès um tesouro querido

2:52 da tarde  
Blogger Malae said...

Quente! Quente! A beleza das tuas palavras! Um mimo de amor que faz sorrir!

Beijinhos grandes.
Malae********

12:45 da manhã  
Blogger wind said...

Belo post:) Lindo poema de amor e a escolha da tela de Van gogh;) beijos

11:41 da manhã  
Blogger Amaral said...

Mesmo sem girassóis, o teu jardim tem o coração quente e azul, com certeza! Gostei desse vento baixinho que corre nas tuas veias… És doce a escrever…

1:31 da tarde  
Blogger Januário said...

Que belo poema, Betty. Há muito que não passava por aqui. Não sabia o que andava a perder.
Bjo

2:03 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

girando ao encontrar a luz do sol...encontrei aqui um belo girassol...que gira em torno da essencia da vida...da alma..da poesia...

11:47 da tarde  
Anonymous Sophia said...

Um girassol que gira em torno do sol...
lindo amarelo...divino ...
e como um poeta que gira em torno da lama...da essencia desfolhando seus veros em torno da vida...

11:50 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home