Desfolhada

Os textos que nunca tinha tido coragem de escrever... © Reservados todos os direitos de autor dos textos e poemas

quinta-feira, outubro 20, 2005

Caminhada


Walking on the Sea, Mishal AL-Mana

Caminhei sobre o mar
sonhei hoje
cruzei terras e céus
abraçando nuvens e desejos
crianças e poetas
esquecendo pecados meus
calei choros e soluços
converti-os
em sorrisos e gargalhadas
ah! se eu pudesse
flutuaria
dançando valsas
sem tropeçar nos teus pés

eu mais leve
o mundo também

22 Comments:

Blogger André Ferreira said...

Na leveza desses passos o peso de segredos escondidos entorna-se nas águas desse mar de sonho onde constelações marinhas dançam em sintonia com o firmamento.

3:09 da tarde  
Blogger gato_escaldado said...

não me digas que os pés estão a ficar pesados? mas tu és de uma leveza sublime. não desitas à primeira... rss. gostei mto. beijos

3:44 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

temos de treinar mais isso dos tropeções, mas de resto és de uma escrita muito leve, tipo brisa do mar, inspiradora....beijos do teu Infante

6:14 da tarde  
Anonymous meialua said...

E é tao agradável quando nos sentimos assim leves, como que a flutuar...

6:22 da tarde  
Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Betty
Senti-me mais leve ao ver a beleza do discorrer destes versos...
Um beijo
Daniel

10:45 da tarde  
Blogger Poesia Portuguesa said...

Uma sintonia perfeita! Poema e imagem!

Gostei muito do contexto do poema.

Um abraço e bom fim de semana :)

1:22 da tarde  
Anonymous singularidade said...

Lindo, lindo poema! "A leveza de um caminhar"
Bom fim de semana.
Beijo meu

3:27 da tarde  
Blogger O Micróbio said...

A leveza de um caminhar demonstrada "mar adentro"...

3:54 da tarde  
Blogger lique said...

E, só de te ler, senti-me mais leve! :)
Beijinhos

7:21 da tarde  
Blogger JPD said...

Uma delícia.
Um encanto vir até aqui ler poesia.
Bjs

10:21 da tarde  
Blogger AS said...

O mar e todo o seu fascínio! Gostei muito...

10:39 da tarde  
Blogger André said...

caminha-se tao levemente em tapetes bordados a amor...bj* o poeta triste

2:51 da manhã  
Blogger isa xana said...

gostei desta tua caminhada na sua simplicidade encantada :)

*

5:38 da tarde  
Anonymous Maria do Céu Costa said...

Este poema descreve o desejo de uma caminhada, ao encontro de uma leveza e libertar de certas amarras impostas pela vida. Beijinhos.

11:58 da manhã  
Blogger Estrela do mar said...

...eu ao ler-te senti-me leve...e foi muito bom...gostei muito...



Beijinhosssss

2:50 da tarde  
Blogger Pedro Nobre said...

Um poema muito bem conseguido...

1:07 da manhã  
Blogger Morrison said...

Um verdade transmitida em palavras tao suaves e leves como o peso necessário para flutuar mas ao mesmo tempo tão profundas como as águas do mar!
Gostei
Já agora visita www.pedradas-no-charco.blogspot.com

1:14 da tarde  
Blogger wind said...

Lindo de morrer:) "flutuante" e a foto a condizer com o belo que está escrito;) beijos

2:49 da tarde  
Blogger Morrison said...

Espero que nao te importes mas vou linkar o teu blog no meu

6:46 da tarde  
Blogger agua_quente said...

Flutuei nas tuas palavras. Como sempre, maravilhaste-me.
Beijos

10:51 da manhã  
Blogger R/B Estação said...

Se nós pudessemos... esta frase já tá mais que feita mas "o sonho comanda a vida". comanda-nos tu e leva-nos nos teus sonhos! ;)
Tem uma boa noite!

6:49 da tarde  
Anonymous Conchita said...

Voei...voei...voei...
Encontrei
seu espaço lindíssimo!
Parabéns.

Belo este Poema
grande
seu significado...
Mar de sonho!

Seja Bem-Vindo/a.
Deseja Bom fim de semana
Bjo
ConchitaMachado

1:22 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home